Colégio das Artes da Universidade de Coimbra

Doutorandos em Arte Contemporânea

José-Valente-490x460

José Valente

José Valente (Porto, 1981). Violetista e compositor premiado. Doutorado em Arte Contemporânea com distinção e por unanimidade pela Universidade de Coimbra. Estudou viola d’arco na Áustria e jazz na New School for Jazz and Contemporary Music em Nova Iorque, terminando ambas as licenciaturas com nota máxima. Vencedor de Menção Honrosa PRÉMIO DE COMPOSIÇÃO LOPES-GRAÇA 2009. Vencedor do Concurso de Projetos artísticos SERRALVES EM FESTA 2010. Foi o primeiro português a ser laureado com o título THE HANNAH S. AND SAMUEL A. COHN MEMORIAL FOUNDATION ENDOWED FELLOWSHIP 2012. Em 2014, foi distinguido NOVO TALENTO FNAC. Trabalhou com Paquito d’Rivera, Dave Douglas, Don Byron, Hank Roberts, Jason Kao Hwang, Daniel Levin, Alberto Conde, Shakir Kahn entre outros; e com artistas de outras disciplinas artísticas como Chico Santos (Brasil), Marta Bernardes, Paulo Mendes, Mafalda Deville. Foi o primeiro português a ser convidado para realizar uma residência artística na Djerassi Residency Artists Program, na Califórnia, EUA. Em concerto destaca: Banff Music Festival, Dizzy’s Club at Lincoln Center, 16ª Bienal de Cerveira, Carnegie Hall (solista convidado), Encontros Internacionais de Jazz de Coimbra, Fundação Serralves, Festival Paredes de Coura, Festival Imaxinasons, Fundação Calouste Gulbenkian, Teatro Municipal Campo Alegre, Teatro Maria Matos, Union Square Park de Nova Iorque (concerto a solo), Rauf R. Denktas Cultur and Congress Center em Famagusta, Dance House Nicosia (Chipre); Festival Imaxinasons (Espanha); Festival Jazz no Parque, Festival IKFEM (Valença); Salão Nobre da Torre dos Clérigos. Lançou em 2015 o disco e o respectivo espectáculo “Os Pássaros estão estragados” (Jacc Records), aclamado pela crítica (integrou a lista de discos do ano da revista Jazz.pt) e apresentou este trabalho em vários pontos do país. Algumas encomendas/obras relevantes: banda sonora para o filme “Sagrado” de Nuno Grande; “Amarelo Schwartz” para o Círculo de Artes Plásticas de Coimbra; “INVASÃO”; “Sonata para Viola d’arco e Cubo Vazio” para o projeto EMPTY CUBE; “Coimbra Reeinventada” para a Orquestra Sinfónica da Tuna Académica da UC. www.josevalente.com

Entradas

1

 UM VELHO NA MONTANHA
MOTEL COIMBRA 2014

Catálogo da Exposição